quarta-feira, 15 de maio de 2013

Fitacola

Pagina oficial:https://www.facebook.com/fitacolarock
O projecto Fitacola nasce em Coimbra no ano de 2003, com base numa ligação entre amigos envolvidos no mesmo panorama musical. Diogo e Xico, Besugo e Libelinha para o baixo, começam a criar e dar os primeiros passos.

O interesse pela música e a vontade de tocar começam desde logo a fazer-se sentir nos primeiros concertos, um passo fulcral para criar aquela que seria a sinergia perfeita entre a banda e o público. A banda começa a tocar em pequenos palcos de Norte a Sul do país e a levar a música mais a sério o que, em 2005, resulta na gravação do primeiro EP “Rebobina e pensa!”. A musicalidade é concretizada por um som jovem e enérgico, com um toque de rebeldia onde as letras, cantadas em português, refectem sentimentos de inconformismo universal. Com este EP a banda tem uma imediata aceitação projectando-se assim para palcos maiores de onde se destacam as actuações na Recepção ao Caloiro da Covilhã, em 2005, e na Queima das Fitas de Coimbra e na Semana do Enterro em Aveiro, em 2006.
No ano seguinte os Fitacola juntam-se à agência Xuxa Jurássica com a qual trabalham até 2011. Depois da passagem por diversos palcos maiores a banda lança o seu primeiro álbum de longa duração. Intitulado “Mundo ideal”, o álbum é gravado e produzido por Miguel Marques nos Generator Studios, e masterizado nos Tailor Maid Studios, Suécia. Mensagens de positivismo, por vezes enquadradas em situações de vida, eram então cantadas directamente para um mundo a caminho da destruição, mostrando aos jovens aquilo que poderiam fazer para marcar a diferença e agir contra uma maré de problemas. Ainda no fnal deste ano, a formação da banda, que se vinha então mantendo, sofre uma alteração com Pedro Pinho (ex-White Lie) a substituir Libelinha no baixo.

Novos concertos surgem e aquela que era a sinergia inicial continuava a ditar o caminho da banda com passos cada vez maiores. Os Fitacola entram numa nova fase, tendo já partilhado o palco com algumas das suas bandas de eleição de onde se destacam os Strike Anywhere, Less Than Jake, Tara Perdida ou Wilhelm Scream, entre outros concertos importantes como o Festival dos Estudantes do Secundário em Gouveia ou a Vans Of The Wall Music Night, em Lisboa.
O nome dos Fitacola chega mesmo à MTV, onde o video para a música “Sonho Isolado” chega ao 13o lugar da “Hitlist Portugal”.

Parte do ano de 2009 e 2010 é dedicado à preparação de novo material e culmina com a gravação e lançamento de um novo EP, “Outros Dias” inserido na iniciativa Optimus Discos, com o apoio da Antena 3, e no segundo álbum de longa duração da banda de nome “Caminhos Secretos”.
Gravados e produzidos mais uma vez no Generator Studio sob a batuta de Miguel Marques, e masterizados nos West West Side Studios, em Nova Iorque, por Alan Douches (Comeback Kid, Stike Anywhere, Sick of it All, H2O, Misfts, Fall Out Boy) estes registos convidam os jovens a um novo nível de maturidade e maneira de estar perante esta rotina repleta de emoções, ora boas ora más, que nos são impostas pela sociedade em que vivemos. Estas gravações contam com a participação de Kalú, baterista da banda portuguesa “Xutos e Pontapés” na cover da música “Cai Neve em Nova York” de José Cid, e com a participação de Fernando Badauí, vocalista de uma das maiores bandas de Punk-Rock do Brasil , os “Cpm-22”, na música “Outros Dias”.
Recebido com uma excelente crítica por parte dos fans e média, estes lançamentos abrem portas para grandes concertos, primeiro com a banda Rise Against em 2010 no Coliseu dos Recreios, e depois com a banda Sum 41 em 2011 no Coliseu dos Recreios e no HardClub no Porto. A tour de lançamento passa também pelo Porto (HardClub), Coimbra (States Club), Lisboa (Santiago Alquimista), Faro (Arcadia Bar) e Portimão (Marginália Bar), bem como pela presença em diversas Fnac, para apresentação do concerto num formato acústico. A banda grava ainda o vídeo da música “Outros Dias”, que contou com milhares de “plays” no youtube no canal ofcial da Xuxa Jurássica. Os Fitacola partilharam ainda o palco nesse mesmo ano com bandas como Strung Out, Mad Caddies e Anti-Flag.

O ano de 2011 marca também a presença nas sessões “3 Pistas” do programa “Portugália” da Antena 3, juntando-se assim a participação dos Fitacola a outras participações de grandes actos como os Clã, Linda Martini, Sérgio Godinho, Os Pontos Negros, Mundo Cão, Mazgani entre muitos outros.

No final de 2011, a banda acaba por ter nova alteração na formação com a saída do Besugo e com a entrada do Nuno “Cábál” Almeida para a guitarra, trazendo uma nova energia e motivação para um ano de 2012 cheio de concertos de Norte a Sul do país.
Simultaneamente os Fitacola têm vindo a apostar nas novas tecnologias, tendo criado um canal (FitacolaTV) no “Youtube” e
no “MEO Canal”(729529), aos quais vão sendo adicionados todos os novos vídeos da banda. Do mesmo modo, a sua página de “Facebook”está em constante atualização, com as mais recentes novidades e já conta com a adesão de cerca de 7.000 fans que também puderam usufruir gratuitamente de todo o trabalho da banda na página “Bandcamp.com”.
O ano de 2013 ficará marcado pelos 10 anos de carreira da banda, que já foi para estúdio gravar aquele que será o primeiro de 3EP’s a lançar ao longo do ano. De nome “Vontades”, este EP terá 4 músicas rápidas e enérgicas, mas simultaneamente melódicas e ponderadas que falam de questões nacionais, mas também pessoais que afetam
os membros da banda e o povo em geral. Em paralelo, os Fitacola estão em fase de filmagens de vídeos promocionais, não descurando o processo de agendamento que está em curso, e para o qual os Fitacola se encontram sempre disponíveis e à distância de um e-mail ou telefonema.

2014

Vontades2013


Caminhos Secretos2010


Mundo Ideal 2008

Sem comentários:

Publicar um comentário