quinta-feira, 6 de junho de 2013

Happy Mess

Pagina oficial:https://www.facebook.com/thehappymess
Os "Happy Mess" são o resultado de uma vontade de criar lados B da música pop nacional. Miguel Ribeiro, jornalista e pivô da sic, e um dos compositores da banda, explica que "deliberadamente fugimos ao refrão fácil e a melodia óbvia, sabendo de antemão que o caminho se torna muito mais difícil de trilhar… mas só assim nos dá prazer e só assim sentimos que trazemos, de facto, alguma coisa nova ao espectro musical português.A banda é formada sobretudo por gente profissionalmente ligada à comunicação, mas há também uma arquitecta e bailarina e um psicologo. "Somos uma mistura explosiva" diz o guitarrista Gaspar Borges, que chegou a apresentar um festival da canção, "somos o resultado de muitas sensibilidades e isso sente-se na nossa música, sobretudo ao vivo.
Voz e Guitarra - Miguel
É Homem de ler e escrever, discutir política e outras banalidades... mas é como pai que encontrou a sua vocação. Ouvir e fazer música com os filhos aos berros é um dos seus momentos favoritos. Gosta de design e arquitectura, de vespas e clássicos, de coleccionar vinis e raridades. O Miguel é ainda muito popular devido à sua afinada perícia em tempestades de mau feitio, exigência e imperfeição…
ahhh e é Jornalista e pivô da SIC há 19 anos.

Guitarra - Gaspar
"Não faz nada, nem quer fazer". Esta seria a sua biografia de sonho, pois gostaria de poder passar o dia a escrever música, tocar com os amigos e fazer surf por essas praias do mundo. Gosta de passear na sua Café Racer pelas estradas do País entre almoços e jantaradas regadas a tinto alentejano. É um embaixador da boa-vontade, simpatia e compreensão. Assume-se como catedrático em "impulsivismo" aplicado, génio dos acordes que estão por inventar. Gaspar é ainda Director de Eventos numa agência de Comunicação.

Teclados - Rui
É seguramente o mentor camuflado do projecto, operando sempre na sombra, com missões obscuras. Psicólogo clínico, especializado em sexologia, Rui é um verdadeiro caso de sucesso entre os fãs, ainda por descobrir. Nas horas vagas gosta de aviões, carros, relógios, música e cinema (não necessariamente por esta ordem).

Sintetizador e Voz - Joana
Licenciada em arquitectura e concluiu o Programa de Estudo, Pesquisa e Criação Coreográfica do Forum Dança. Até agora descobriu muitos planetas e logo a seguir universos e acredita que há muitos mais, anseia bastante viver nalgum deles mas, para já, pode ser mesmo neste, desde que seja feliz. Lutadora e sonhadora por natureza, entretanto foi fazendo tudo o que quis e quer imenso arranjar mais que fazer. Outro caso de voluntariado forçado nos The Happy Mess pois viaja constantemente na maionese e seus satélites. Um fit perfeito…
Baixo - João Pascoal É o soulman da banda... Quem quiser vê-lo terá de ser com um baixo Fender nas mãos e um skate nos pés.
Foram-lhe clinicamente diagnosticados bichos carpinteiros e padece da doença dos políticos (tem opinião sobre tudo).
Os médicos temem que nunca conseguirá ter minuto sossego.
Enquanto houver uns trocos para gasóleo toca a girar.
Entre Évora, onde estuda arquitectura paisagista, Lisboa, a sua paixão, Ansião, terra natal, e Aveiro, onde vive a mana,
salve-se quem puder!!!

Bateria- Pedro Madeira
Moço marafado de Albufeira, que em 2006 decidiu agarrar nas trouxas e vir a nadar até Lisboa para estudar música.
Estudou 4 anos na escola de jazz Hot Clube de Portugal.
Durante essa altura, além de destruir as panelas e tachos lá de casa, teve aulas com músicos de excelência , tocou com imensa gente, até, sabe-se lá como, ganhou uma bolsa de estudo para o curso de jazz de verão Lisbon Jazz Summer School.
Algumas referências do Jazz mundial tiveram que levar com ele, tipos como, Danilo Perez (pianista, compositor e professor Berklee College of Music /USA) Ben Street , Adam Cruz, Rudresh Mahanthappa e Rogério Boccato.
Agora é finalmente uma espécie rara de músico profissional, é gajo para acabar este ano último capitulo da Escola Superior de Música de Lisboa.

Sem comentários:

Publicar um comentário