terça-feira, 9 de julho de 2013

DEEP COFFEE NONSENSE

Pagina oficial:https://www.facebook.com/dcnbanda
A data de 12 de setembro marca uma quantidade de acontecimentos significativos:
pinturas rupestres de Lascaux; em 1948 a Suíça torna-se um estado federal; em 1959 estreia a série "Bonanza". Nascem Jesse Owens (1913) e Barry White (1944); morrem Anthony Perkins (1992) e Johnny Cash (2003).

Nesse mesmo dia do ano de 2010, quatro rapazes cumprem o duplo (e bizarro) propósito de simultaneamente celebrar a morte de uma banda e o nascimento de uma outra: os 15 anos de actividade sob a chancela MURANGUS dão lugar ao surgimento de uma nova identidade, sob o nome de DEEP COFFEE NONSENSE. O ponto de partida dá-se, precisamente, nesse dia, pouco depois da meia-noite, com um concerto no bar Bafo de Baco, em Loulé.

Da primeira banda, restam as memórias de um álbum, dois ep's, dois videoclips – um deles falhado e que não chegou a ver a luz do dia –, muitos concertos, bastantes ensaios e algumas passagens pelos media portugueses. E, de espaços a espaços, uma dedicação imensa que se quer manter na revivescência desta segunda vivência. A formação permanece, em linhas gerais, a mesma: Bruno Cortes na bateria; Emídio na voz e guitarra; Pedro V. na guitarra, teclados e voz e Väsq no baixo, teclados e voz. Todos tocam um bocadinho de percussão, de vez a vez.

O nome da banda surgiu na sequência do título de uma música da, por agora inactiva, banda algarvia INSANO. Em certa medida, parece haver uma analogia entre a intensidade que marca muitas das novas composições e o desassossego trazido pelas ideias que, ora se associam livremente, ora teimam em repetir-se obsessivamente numa noite de insónia, por entre doses maciças de cafeína e nervos. Esta circunstância parece justificar a adoção do nome. Ou talvez não exista nenhuma lógica imediata – por vezes, acaba por ser mais interessante recuperar uma coisa que nos é próxima, em vez de escolhermos algo derivado de uma qualquer realidade universal, comum a todos. Mesmo que no processo se percam referentes.

Na conclusão de um ano e meio dividido entre concertos e gravações, destacamos alguns momentos importantes na breve, mas intensa, carreira dos DEEP COFFEE NONSENSE: a edição, a 29 de outubro de 2011, do EP de estreia GLANCE MOVES, a participação na banda sonora da longa-metragem "Além de Ti", o lançamento do nosso 1º Video Clip, com o tema “Necromantic” e o concerto na 27ª Semana Académica do Algarve.

Mais informação poderá ser encontrada num dos seguintes sítios:
www.deepcoffeenonsense.blogspot.com
www.myspace.com/deepcoffeenonsense
Descrição
DEEP COFFEE NONSENSE foi o nome que adoptámos para designar o que temos estado a fazer dentro de um cubículo, ora a tremer com a humidade circundante, ora a compartilhar um calor que nos faz suar em bica. No meio disso, damos forma a uma quantidade de ideias que vão surgindo. Umas funcionam, outras não.

Na conclusão de um ano e meio dividido entre concertos e gravações, destacamos alguns momentos importantes na breve, mas intensa, carreira dos DEEP COFFEE NONSENSE: a edição, a 29 de outubro de 2011, do EP de estreia GLANCE MOVES, a participação na banda sonora da longa-metragem "Além de Ti", o lançamento do nosso 1º Video Clip, com o tema “Necromantic” e o concerto na 27ª Semana Académica do Algarve.

Sem comentários:

Publicar um comentário