quinta-feira, 22 de agosto de 2013

dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS

Pagina oficial:https://www.facebook.com/duassemicolcheiasinvertidas
É difícil entender como uma banda que nasceu de forma incidental e improvisado, batizado pela primeira vez com um símbolo e, posteriormente, com um nome estranho e impronunciável, uma line-up que sempre esteve em constante mudança e que possui um som tão estranho, tem conseguido sobreviver até agora. Na verdade,não deixa de surpreender que dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS ainda existe e que eles continuem a não levar-se demasiado a sério.
Em seis anos de atividade intensa e frenética, durante o qual traçaram um único caminho para fora das margens da cena musical português, DSCI  auto-lançou dois EPs ("I" em 2008 e "II", em 2009), uma fita através do rotular um gigante Fern ("SADITREVNiSAIEHCLOcIMEsSAUd" em 2010) e um LP ("4" em 2012), que foi lançado em uma joint venture entre dois rótulos portugueses e quatro marcas italianas. Todos os que foram digitalmente re-lançado para download gratuito pela netlabel Enough Records.
Além disso, eles também participaram em muitas compilações, fizeram seis turnês européias e realizaram mais de 250 concertos nas mais diversas situações e locais.
E no meio de tudo isso, eles ainda encontram tempo para organizar dezenas de eventos em Portugal e em outros paises através da sua Associação Terapêutica do Ruído (gêmeo siamês do DSCI que se dedica a promover concertos DIY e mais recentemente para a publicação e distribuição de registros) e também para formar outros projetos paralelos, tais como: Gan Gan Gan (com o poeta português Tiago Gomes), CMP (com o pianista norte-americano Thollem Mcdonas), o dj coletiva Kafunfo noSoundsystem, Aye-Aye, Cena 28, jabutis, Catapulta, Gee Bees ou a orquestra do Ruído, uma orquestra de música improvisada!

4/2012

Sem comentários:

Publicar um comentário