sábado, 14 de setembro de 2013

Stereoboy

Pagina oficial:https://www.facebook.com/stereobook
Stereoboy começa no Luis Salgado e é aí que eventualmente acaba. Stereoboy é a resposta doismiletal a experiências começadas a viver nos oitentasnoventas. É adequação ao presente da maturação de um momento em que a etiqueta "teenager" tinha a ver com t-shirts simples de ar banal, calças de ganga realmente gastas, uns ténis sujos, ausência de penteado, cassetes gravadas que davam em re-gravadas, maquetas de facto e bandas de garagem realmente metidas em garagens. E claro, a atitude daquilo parecer fazer sentido em Portugal.
Stereoboy complexifica anos acumulados de música e pop resultando na simplicidade quase infanto-juvenil de quem já não precisa de provar seja o que for. Apenas precisa de experimentar mais um caminho, mostrar-se de mais uma maneira, dar lugar ao "bonito" e ao "bem-feito" como forma de perpetuar aquela altura em que ser "teenager" tinha a ver com t-shirts simples de ar banal, calças de ganga realmente gastas, uns ténis sujos, ausência de penteado, cassetes gravadas que davam em re-gravadas, maquetas de facto e bandas de garagem realmente metidas em garagens. E claro, a atitude disto parecer fazer sentido em qualquer sítio, como por exemplo em Portugal.
Stereoboy é o Luís Salgado. Quando ouvimos, também nos parece sermos nós
Descrição
Stereoboy é o projecto pessoal de Luís Salgado, que agora se junta a Sofia Arriscado num percurso onde a electrónica abraça o “fuzz” de guitarras e ambos se vestem de pop. Perpetuando o tempo em que ser “teenager” tinha a ver com t-shirts banais, calças de ganga verdadeiramente gastas, sapatilhas sujas, ausência de penteado, cassetes gravadas e re-gravadas e bandas de garagem realmente metidas em garagens.

2013

2012

Sem comentários:

Publicar um comentário