domingo, 11 de agosto de 2013

Requiem Laus

Pagina oficial:https://www.facebook.com/requiemlaus
Requiem Laus, uma banda veterana madeirense de death-doom metal, formaram-se em 1994 não antes de terem surgido em 1989 com o nome de "Morbidatory"e depois em 1992 como "Requiem". Sempre com pequenas mudanças na line up, em 1994 por influencias numa obra de Mozart "Requiem".E asim ficou em latim "Requiem Laus" (descanço louvado) Graças às maquetes «Life Fading Existence» e «For the One Who Dies», esta gravada nos Rec. N’Roll Studios, chegam a ter algum airplay, culminando essa ascensão com a inclusão de um tema na compilação Hypermetal, uma obra marcante e de referência que seria lançada em 96 pela Música Alternativa. Após terem atravessado um enorme hiato, com uma maior experiência de palco e duas ambiciosas demos na bagagem, a banda madeirense chega finalmente ao merecido álbum.
Em linha com o que já tinham feito em 2006 mas através de composições mais refinadas, «The Eternal Plague» presta vassalagem ao passado dos Requiem Laus, não se movendo muito além do enraizado Death Metal com laivos Black / Doom. As vocalizações relembram amiúde o timbre de Mark Greenway enquanto as linhas estruturais são completadas pela segunda guitarra de Dani Pereira, ficando a secção rítmica a cargo de Ricardo Fernandes, dupla que já integra a banda desde 1999.
Trabalhado pelo requisitado Pelle Saether nos Studio Underground, este disco não é um manual de criatividade mas demonstra empenho e extravasa dedicação.
Em 2011 lançaram o cd ” As Long As Darkness Bleeds ” que contou com britânico Anil Carrier como baterista de sessão e letras de Jorge Ribeiro de Castro, cd este com uma faixa interactivo contendo um conto no qual as letras foram baseadas alem de info e fotografias da banda, este lançamento manteve mas de certa forma evoluindo o death/doom metal praticado pela banda, recebendo boas criticas da media especializada no genero a nivel nacional e internacional. Album este que recebeu uma masterização mais profissional de Jörg Uken no seu Soundlodge studios na Alemanha.
Em maio de 2012 a banda lança ” impulse ” um EP com 3 musicas novas e um instrumental, desta vez com a contribuiçao de Jörg Uken na bateria e novamente na masterização no seu estudio Soundlodge na Alemanha, as letras desta vez foram escritas pela jovem escritora Maria Rodrigues.

Preview de algumas das suas musicas



Sem comentários:

Publicar um comentário