segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Ermo

Pagina oficial:https://www.facebook.com/ermo.braga
Ermo é um duo formado em 2011 por António Costa e Bernardo Barbosa que, apesar da acentuada juventude dos seus membros, ostenta uma originalidade bem vincada, tanto mais surpreendente quanto rara nestes tempos hegemónicos em que a formatação e as imitações ditam as regras. Os caminhos maioritariamente electrónicos que trilham são contaminados por um espírito pop de desolação que se associa a uma ideia de portugalidade que não passa apenas, bem pelo contrário, pela utilização da língua portuguesa: o recurso a sons e ambientes, a estados de espírito, que são património do nosso inconsciente colectivo e que imediatamente reconhecemos como nossos, mesmo que os não consigamos identificar ou isolar. A música dos Ermo é exemplar na forma como uma electrónica minimalista e despojada consegue criar a suficiência sonora para uma voz projectada que deve muito ao canto popular ibérico e que ora grita ora tece malabarismos melódicos dificilmente esquecíveis – com “Correspondência”, o tema escolhido para single, a ser paradigmático desta capacidade em construir impérios melódicos a partir de quase nada. São cantos da terra, não no sentido de música rural ou tradicional, mas no da sua acepção mística em que, a par do fogo, da água e do ar, ela surge como elemento primordial, encerrando em si grande parte dos mistérios da existência. E se é um mistério a individualização e sobrevivência de Portugal enquanto nação secular, contra todas as evidências e as lógicas mais sensatas, não deixa também de o ser a competência e a imaginação necessárias para a concepção de um bom disco – como este “Vem Por Aqui”!
Por Adolfo Luxúria Canibal.

 25 November 2013

Outubro/2012

Sem comentários:

Publicar um comentário